Relógio
Livro de Visitas
Por favor!. Pique no link abaixo e deixe o seu comentário.
Precisamos da sua ajuda para melhorar os nossos temas.
Obrigado pela sua visita!.
Volte Sempre!.
CONTADOR DE VISITAS
web counter free
Visitantes
Pode ler todos os temas mas, se tenciona escrever neste Fórum, terá que efectuar o registro gratuitamente.
Se gosta de conviver,contar as suas histórias,
escrever as suas crónicas,mostrar as suas fotografias,
ensinar quem precisa,aprender com outras pessoas,
passar o seu tempo livre em boa companhia,
este é o local certo.
Ficamos à espera da sua decisão.
 Administrador
 Stheffa
Últimos assuntos
» REFLEXÕES - CALORIAS
Qua Jan 18, 2012 7:34 pm por amilcar34

» ARVORES QUE NÃO PLANTAMOS
Sex Dez 23, 2011 5:47 pm por amilcar34

» O CALDO VERDE EVITA O CANCRO
Qua Nov 23, 2011 12:45 pm por amilcar34

» Caminheiro
Qui Nov 03, 2011 7:48 pm por lucy19358

» VÁRIAS RECEITAS DE BACALHAU
Dom Out 30, 2011 3:57 pm por Manuel Joaquim Pires

» Versos "SPORTING"
Dom Out 30, 2011 10:18 am por Stheffa

» CARROS ESTACIONADOS AO SOL
Sex Out 28, 2011 9:22 pm por Manuel Joaquim Pires

» O sino da minha freguesia
Qui Out 27, 2011 6:18 pm por lucy19358

» A NOVA CONTRATAÇÃO DO SPORTING 2011/2012
Qua Out 26, 2011 8:43 pm por Stheffa

» A teimosia da névoa
Ter Out 25, 2011 9:52 am por lucy19358

» O ARROZ BRANCO E NEGRO
Seg Out 24, 2011 5:27 pm por jmanacleto

» PARALISIA INFANTIL
Seg Out 24, 2011 11:46 am por madley29

» PRAIA DAS MAÇÃS
Sex Out 21, 2011 9:48 pm por Ana Maria

» CONHEÇAM " A MOLLY "
Sex Out 21, 2011 11:01 am por Stheffa

» Recordando tempos de menino
Qua Out 19, 2011 8:41 pm por Stheffa

» TUDO O QUE VICIA COMEÇA COM "C"
Qua Out 19, 2011 6:38 pm por amilcar34

» PLANETA FEITO DE DIAMANTES
Seg Out 17, 2011 11:20 am por José Rama

» TIO SAM SÍMBOLO NOS E.U.A.
Seg Out 17, 2011 10:54 am por jmanacleto

» Fado "Com ternura e muito amor"
Dom Out 16, 2011 9:32 pm por Stheffa

» JÁ LÁ VEM A ALVORADA
Dom Out 16, 2011 6:23 pm por lucy19358

» A Oliveira, as Azeitonas e o Azeite
Qua Out 12, 2011 10:17 pm por Stheffa

» ESTÁDIOS PARA CATAR 2022
Qua Out 12, 2011 3:52 pm por Stheffa

» JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO
Seg Out 10, 2011 9:56 pm por amilcar34

» SANTIAGO DO ESCOURAL
Seg Out 10, 2011 8:06 pm por Stheffa

» Mãe natureza
Seg Out 10, 2011 5:31 pm por lucy19358

» O Pâncreas
Seg Out 10, 2011 3:51 pm por madley29

» Steven Paul Jobs
Seg Out 10, 2011 3:07 pm por Stheffa

» Aventuras do Sthefary
Dom Out 09, 2011 4:19 pm por Stheffa

» As Irmãs Lucília e Lúcia Neves
Dom Out 09, 2011 4:04 pm por Stheffa

» Os meus versos de menino
Sab Out 08, 2011 8:39 pm por Stheffa

» Acordeonista
Sab Out 08, 2011 10:51 am por Stheffa

» Queda de Rochas nas Praias
Qui Out 06, 2011 9:44 pm por Ana Maria

» O Medronheiro
Qui Out 06, 2011 8:52 pm por José Rama

» Recordando Amália Rodrigues
Qui Out 06, 2011 5:15 pm por madley29

» Lev Yachine
Qui Out 06, 2011 4:39 pm por jmanacleto

» Rosa dos Ventos
Qua Out 05, 2011 9:52 pm por Stheffa

» Marinheiro
Ter Out 04, 2011 6:23 pm por Stheffa

» CONSELHOS ÚTEIS
Seg Out 03, 2011 7:44 am por John Cesarine

» BOA DIETA FRANCESA
Seg Set 26, 2011 8:59 pm por amilcar34

» FRUTAS NA SAUDE CONFORME TABELA!!!
Dom Set 25, 2011 5:21 pm por amilcar34

» INTERPRETANDO A POESIA DE CAMÕES
Qui Set 08, 2011 9:14 pm por amilcar34

» Sporting Clube dos Sportinguistas
Sex Set 02, 2011 4:01 pm por Stheffa

» O meu pequeno jardim
Ter Ago 30, 2011 5:06 pm por lucy19358

» A Ilha da Culatra
Seg Ago 22, 2011 7:43 am por Stheffa

» VALORIZAÇÃO DAS FRUTAS
Qui Ago 18, 2011 8:26 pm por amilcar34

» Televisão Digital Terrestre
Seg Ago 15, 2011 8:31 am por Stheffa

» PARA REFLETIR
Sab Ago 06, 2011 5:25 pm por amilcar34

» O QUE É EXPERIÊNCIA???...INTERESSANTE
Sab Jul 23, 2011 5:40 pm por amilcar34

» PARA RIR A BOM RIR...
Sab Jul 23, 2011 5:20 pm por amilcar34

» HOMENS SEGUNDO FERNANDA MONTENEGRO
Sex Jul 15, 2011 7:41 pm por amilcar34

Fotos de Portugal
Amilcar34

A Minha Própria História

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Minha Própria História

Mensagem  Manuel Joaquim Pires em Sex Abr 08, 2011 11:29 pm

Manuel Joaquim Pires:
Nasci no dia 26 de Dezembro de 1933, na Aldeia “Quinta de Gonçalo Martins” freguesia do Marmeleiro, Concelho e Distrito da Guarda, Província da Beira Alta, PORTUGAL...

***

Meu pai, Eduardo Augusto Pires, emigrou para o Brasil em 1939 (em plena guerra) e radicou-se em São Paulo, onde obteve o primeiro emprego em uma chácara para ordenhar vacas; o segundo emprego, foi numa mansão do Sr. José Figueiredo Júnior(Av. Paulista,1098) que fazia divisa com a mansão do Conde Francisco Matarazzo.
O meu pai passou a ter a profissão de “ajudante de jardineiro”...
Algum tempo depois, o Sr. José Figueiredo Júnior transferiu meu pai para a Fazenda de sua propriedade, em Padre Nóbrega: a “Fazenda São José” :
O meup pai era muito conceituado perante o seu patrão: trabalhava muito e, vivia na Sede da Fazenda, onde o Sr. Figueiredo e sua esposa D. Alice moravam quando vinham de São Paulo.
Devido à consideração que o patrão e a patroa tinham por ele, nunca mais saiu da referida fazenda..

***

Em 1950, eu e minha mãe, ( era filho único), recebemos uma “Carta de Chamada”, documento necessário para podermos emigrar para o Brasil...
Também, já me tinham arranjado emprego no escritório da referida Fazenda.
Uma fazenda enorme:
Havia várias sessões com os nomes dos filhos:
Fernando, Zuleica, Plínio, Estela (cujas sessões poderiam ser consideradas fazendas); a Estela (a mais próxima a Nóbrega) foi por algum tempo propriedade de um “famoso” político de nossa cidade....

***

Esta introdução é, simplesmente, para lhe dizer como vim parar em Marília:

O navio italiano “Paquete Brasil”, saiu de Lisboa no dia 25 de Janeiro de 1950 e, chegou a Santos, no dia 7 de Fevereiro do mesmo ano com uma grande “carga” de emigrantes, entre os quais se encontravam a (Sra. Conceição e o Manuel), minha mãe e eu que, completei 16 anos em alto mar....

***

Meu pai que me havia deixado com 5 anos, estava no referido porto à nossa espera; entretanto, eu não conseguia lembrar-me da fisionomia dele; porém, minha mãe sim...
Do Porto de Santos, no dia 7 de Fevereiro de 1950, rumamos para a Avenida Paulista 1098, para a mansão do Sr. José Figueiredo Júnior, onde permanecemos por uma semana, devido às grandes chuvas que afetaram a linha férrea:
Assim mesmo, ainda fizemos “baldeação” com a malas às costas para “apanharmos” o comboio que esperava do outro lado da linha, devido à chuva que interrompeu uma grande parte da respectiva “linha férrea”...
Para mim, que tinha saído da minha Aldeia debaixo de um grande nevão e com um fato (terno) muito grosso para poder aguentar o frio, foi a viagem mais longa (com exceção da de “Lisboa a Santos”...
Era Fevereiro e, o pessoal da Capital (principalmente os jovens), vinham passar o carnaval no interior...
Entretanto, além de não estar habituado a longas viagens; pois, as nossas viagens na aldeia eram feitas em “tax-sola”...não havia lugares no comboio e, viemos em pé de São Paulo a Padre Nóbrega com forte cheiro de suor e, lança perfume, com o fato (terno) quentíssimo e a gravata bem apertada ao colarinho branquíssimo da camisa que foi feita especialmente para a viagem da travessia do Atlântico e, como não estava habituado a longas viagens, pensava sempre que, a próxima estação era onde íamos apear (descer)...
Afinal, chegamos a Nóbrega ao entardecer e, ainda nos puseram em cima da carroceria de um velho camião (caminhão) para irmos para a Fazenda São José que se tornou a minha primeira morada no Brasil...

***

Como era época de carnaval, estavam lá os netos do patrão do meu pai (e, depois, também, o meu)....embora ricos e da capital, logo fizeram amizade,comigo e, o “Silvinho” que é médico em São Paulo há muitos anos (e colega do Dr. Armando de Marília) acabou por ser meu padrinho de casamento, em 1960....; outra pessoa (há muito tempo ilustre) com quem convivi na época,
quando vinham passar as férias na Fazenda São José era o Celso Lafer que, já foi Ministro dos Negócios Estrangeiros na época em que o Sr. Fernando Henrique foi Presidente do Brasil....

***

Depois de três anos a trabalhar no escritório da Fazenda, vim para Marília (em Novembro de 1953) onde, junto com o fiscal geral da fazenda, Fortunato Rotta, comprámos o Bar Paraná; mesmo assim, o “Silvinho”, como era chamado e seus amigos vinham para o carnaval em Marília , logo iam visitar-me e, até fantasiados (todos com chapéus de palha) púnhamos a câmara no automático e tirávamos fotos dentro do próprio Bar.....

***

Fotografia:
Ainda na época do bar, comecei a dedicar-me à fotografia como amador e, com uma câmara muito simples que, um rapaz japonês me implorou para lha comprar; pois, alegou que, precisava ir para o Estado do Paraná e não tinha dinheiro para a passagem... Porém, eu nunca tinha tido (uma kodak), como as máquina fotográficas eram chamadas antigamente; isto por que, foi a Kodak (grande firma Norte Americana) que começou a fabricar câmaras pequenas; e, depois de o filme ser exposto, a câmara era enviada para a firma onde os filmes eram revelados e as fotos copiadas e enviadas juntamente com a referida câmaras para os clientes....

***

Como sempre gostei de “auto-didatismo” e, sendo assim, a “trancos e barrancos” aprendi, pelo menos, a por o filme na dita máquina chamada “Zenóbia”, de fabricação japonesa ...
A primeira foto que achei que tinha algum valor, foi feita na Fazenda São José e, o cenário foi o quintal da casa onde meu pai e minha mãe viviam; pois, eu já vivia em Marília...; a imagem focava o quintal com laranjeiras e a minha mãe a dar de comer ás galinhas com um lenço branco apertado à cabeça à moda portuguesa:
O contraste das laranjeiras (escuras) com o chão iluminado com o sol a pino e, as galinhas pretas, pardas, brancas e, a minha mãe com o avental e o lenço branco na cabeça fizeram o tal contraste ao qual muita gente não lhe dá valor; talvez, por falta de conhecimento....
A partir daqui, vou dar um grande pulo para o restante dos acontecimentos realizados por mim, em nossa querida Marília; mesmo por que, a minha história em nossa cidade, só teria fim em um grande livro...

***

1)-Em 1958, publiquei a primeira fotografia, no Diário de São Paulo, na sessão : “A Foto do Dia”: era uma vista noturna e com chuva na Rua Paraná feita a partir do balcão do bar que, serviu de tripé.
2)-Em 1959, publiquei na revista americana “Fotografia Popular”, uma série de fotos noturnas realizadas nas ruas de Marília, (geralmente com chuva) entre as quais se inclui “uma máquina a vapor’ no trilhos da nossa estação)...
3)-Em 1960 fotografei o primeiro festival de cinema de Marília e, segundo dizem, do Brasil:
As fotos foram publicadas na revista Cinelândia e Filmelândia: Texto de Zenaide Andréa e fotos de Manuel Joaquim Pires.
4)-Em 20 de Março de 1964, fundei e apresentei por vários anos, o programa radiofónico, “Variedades Portuguesas”.
5)-Em 30 de Novembro de 1965 fundei e editei por vários anos o jornal “O Lusitano”.
6)-Em 1966 fundei e apresentei o programa “A Hora da Amizade”, Luso-Brasileiro, também na Rádio Clube de Marília.

7)-Em 11 de Março de 1972 recebi a Ordem de “Oficial do Infante D.Henrique”.
8)-Em 15 de Maio de 1973 fui nomeado Cônsul de Portugal em Marília e numa grande região.
9)-Em 14 de Maio de 1999, a Câmara Municipal de Marília concedeu-me o título de “Cidadão Mariliense”.
10)-Em Outubro de 1999 promovi um grande protesto contra a invasão de Timor Leste (ex-colónia portuguesa), pela Indonésia, quando foram recolhidas 1239 assinaturas com a devida identificação através da identidade e, foram dadas várias entrevistas para as emissoras de rádio, jornais e televisões e, também foi celebrada uma missa na Igreja Nossa Senhora de Fátima:
Recebi várias congratulações, inclusivé,da Embaixada de Portugal em Brasília e, também por notícias publicadas por mim no jornal “O Lusitano” editado em Lisboa e que eu recebo por
cortesia...
11)-De 1975 a 1991, “ministrei” o “Curso Prático de Fotografia” que foi frequentado por muitos marilienses e de cidades vizinhas, de todas as profissões; desde médicos, dentistas, comerciários, bancários, empregadas domésticas, pedreiros, etc...
Eram 5 aulas teóricas e 5 práticas:
Inclusive (fotografia noturna), diurna, estúdio, revelação e ampliação.... ao final do curso era servido um coquetel e a entrega dos certificados...
12)-Primeiro laboratório para processamento de fotos a cores pelo processo manual foi montado por mim, na década de 1976 e, naquela época também fui o segundo no Brasil, com exceção de um no Rio Grande do Sul a fazer fotos para documentos a cores:-Porém, ninguém as aceitava até que, o Colégio Cristo Rei, começou a enviar-me os alunos para fotos 3x4 a cores... a partir daí, começaram a aceitá-las....
13)-Revelação de filmes positivos: “Slids” desde 1960, quem mais aproveitou foi a Faculdade de Medicina (cujos alunos e professores) usavam muito esse tipo de imagem; também revelei um filme “Super 8” que o Dr. Akira havia trazido do Japão, onde estagiou; além de outras revelações, não só para clientes avulsos, mas também para outras firmas, mais praticamente para as óticas Iguatimy....
14)-A minha frequência a congressos sobre fotografia em São Paulo, Rio de Janeiro, era frequente, até cheguei a ganhar um diploma de “Congressista típico”; e, também o segundo lugar numa exposição fotográfica no próprio recinto do congresso, sempre me dediquei à parte técnica e nunca à comercial; talvez por isso, nunca tenha feito fortuna, como aconteceu com alguns que não davam a mínima atenção à parte técnica...

Manuel Joaquim Pires

Manuel Joaquim Pires

Mensagens : 18
Data de inscrição : 11/03/2011
Idade : 83
Localização : Nasci na Quinta de Gonçalo Martins

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum