Relógio
Livro de Visitas
Por favor!. Pique no link abaixo e deixe o seu comentário.
Precisamos da sua ajuda para melhorar os nossos temas.
Obrigado pela sua visita!.
Volte Sempre!.
CONTADOR DE VISITAS
web counter free
Visitantes
Pode ler todos os temas mas, se tenciona escrever neste Fórum, terá que efectuar o registro gratuitamente.
Se gosta de conviver,contar as suas histórias,
escrever as suas crónicas,mostrar as suas fotografias,
ensinar quem precisa,aprender com outras pessoas,
passar o seu tempo livre em boa companhia,
este é o local certo.
Ficamos à espera da sua decisão.
 Administrador
 Stheffa
Últimos assuntos
» REFLEXÕES - CALORIAS
Qua Jan 18, 2012 7:34 pm por amilcar34

» ARVORES QUE NÃO PLANTAMOS
Sex Dez 23, 2011 5:47 pm por amilcar34

» O CALDO VERDE EVITA O CANCRO
Qua Nov 23, 2011 12:45 pm por amilcar34

» Caminheiro
Qui Nov 03, 2011 7:48 pm por lucy19358

» VÁRIAS RECEITAS DE BACALHAU
Dom Out 30, 2011 3:57 pm por Manuel Joaquim Pires

» Versos "SPORTING"
Dom Out 30, 2011 10:18 am por Stheffa

» CARROS ESTACIONADOS AO SOL
Sex Out 28, 2011 9:22 pm por Manuel Joaquim Pires

» O sino da minha freguesia
Qui Out 27, 2011 6:18 pm por lucy19358

» A NOVA CONTRATAÇÃO DO SPORTING 2011/2012
Qua Out 26, 2011 8:43 pm por Stheffa

» A teimosia da névoa
Ter Out 25, 2011 9:52 am por lucy19358

» O ARROZ BRANCO E NEGRO
Seg Out 24, 2011 5:27 pm por jmanacleto

» PARALISIA INFANTIL
Seg Out 24, 2011 11:46 am por madley29

» PRAIA DAS MAÇÃS
Sex Out 21, 2011 9:48 pm por Ana Maria

» CONHEÇAM " A MOLLY "
Sex Out 21, 2011 11:01 am por Stheffa

» Recordando tempos de menino
Qua Out 19, 2011 8:41 pm por Stheffa

» TUDO O QUE VICIA COMEÇA COM "C"
Qua Out 19, 2011 6:38 pm por amilcar34

» PLANETA FEITO DE DIAMANTES
Seg Out 17, 2011 11:20 am por José Rama

» TIO SAM SÍMBOLO NOS E.U.A.
Seg Out 17, 2011 10:54 am por jmanacleto

» Fado "Com ternura e muito amor"
Dom Out 16, 2011 9:32 pm por Stheffa

» JÁ LÁ VEM A ALVORADA
Dom Out 16, 2011 6:23 pm por lucy19358

» A Oliveira, as Azeitonas e o Azeite
Qua Out 12, 2011 10:17 pm por Stheffa

» ESTÁDIOS PARA CATAR 2022
Qua Out 12, 2011 3:52 pm por Stheffa

» JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO
Seg Out 10, 2011 9:56 pm por amilcar34

» SANTIAGO DO ESCOURAL
Seg Out 10, 2011 8:06 pm por Stheffa

» Mãe natureza
Seg Out 10, 2011 5:31 pm por lucy19358

» O Pâncreas
Seg Out 10, 2011 3:51 pm por madley29

» Steven Paul Jobs
Seg Out 10, 2011 3:07 pm por Stheffa

» Aventuras do Sthefary
Dom Out 09, 2011 4:19 pm por Stheffa

» As Irmãs Lucília e Lúcia Neves
Dom Out 09, 2011 4:04 pm por Stheffa

» Os meus versos de menino
Sab Out 08, 2011 8:39 pm por Stheffa

» Acordeonista
Sab Out 08, 2011 10:51 am por Stheffa

» Queda de Rochas nas Praias
Qui Out 06, 2011 9:44 pm por Ana Maria

» O Medronheiro
Qui Out 06, 2011 8:52 pm por José Rama

» Recordando Amália Rodrigues
Qui Out 06, 2011 5:15 pm por madley29

» Lev Yachine
Qui Out 06, 2011 4:39 pm por jmanacleto

» Rosa dos Ventos
Qua Out 05, 2011 9:52 pm por Stheffa

» Marinheiro
Ter Out 04, 2011 6:23 pm por Stheffa

» CONSELHOS ÚTEIS
Seg Out 03, 2011 7:44 am por John Cesarine

» BOA DIETA FRANCESA
Seg Set 26, 2011 8:59 pm por amilcar34

» FRUTAS NA SAUDE CONFORME TABELA!!!
Dom Set 25, 2011 5:21 pm por amilcar34

» INTERPRETANDO A POESIA DE CAMÕES
Qui Set 08, 2011 9:14 pm por amilcar34

» Sporting Clube dos Sportinguistas
Sex Set 02, 2011 4:01 pm por Stheffa

» O meu pequeno jardim
Ter Ago 30, 2011 5:06 pm por lucy19358

» A Ilha da Culatra
Seg Ago 22, 2011 7:43 am por Stheffa

» VALORIZAÇÃO DAS FRUTAS
Qui Ago 18, 2011 8:26 pm por amilcar34

» Televisão Digital Terrestre
Seg Ago 15, 2011 8:31 am por Stheffa

» PARA REFLETIR
Sab Ago 06, 2011 5:25 pm por amilcar34

» O QUE É EXPERIÊNCIA???...INTERESSANTE
Sab Jul 23, 2011 5:40 pm por amilcar34

» PARA RIR A BOM RIR...
Sab Jul 23, 2011 5:20 pm por amilcar34

» HOMENS SEGUNDO FERNANDA MONTENEGRO
Sex Jul 15, 2011 7:41 pm por amilcar34

Fotos de Portugal
Amilcar34

Recordando tempos de menino

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recordando tempos de menino

Mensagem  Stheffa em Qua Out 19, 2011 8:41 pm

Estávamos no ano 1940, eu tinha apenas 4 anos.
Por insólito que pareça, lembro-me ,perfeitamente, de imensas vivências a partir daquela data.
Um dia os meus pais foram trabalhar no campo, como era habitual, eu fiquei com a minha avó.
A determinada hora quis saber aonde estavam os meus pais a trabalhar!.
A minha avó indicou-me a direcção mas, disse-me para não sair de casa.
Não lhe fiz caso e, fui ao encontro dos meus pais, seguindo sempre as pegadas das pessoas que tinham ficado numa estrada estreita.
Andei, andei pela estrada sozinho e, depois de ter passado o monte da Majufa, comecei a ouvir o bater dos machados nas árvores.
Fui um pouco mais para a frente e comecei a ver os homens a podarem os sobreiros e as azinheiras.
Estavam a trabalhar na herdade do Carvalhal.
O meu pai apareceu depois e começou a interrogar-me e eu contei-lhe a verdade… "Vim seguindo as pegadas que encontrei na estrada".
A minha mãe ,estava um pouco mais longe, tratando do lume e dos almoços para todos os trabalhadores.
Era a cozinheira.
Nesse dia, eu fui muito acarinhado por muitos trabalhadores mas, um ficou-me na memória, e ainda hoje o recordo e, já tenho quase 76 anos.
Ele teve a gentileza de fazer e oferecer-me um moinho, utilizando um pequeno tronco seco, ao que chamavam “Canavoura”.
Que alegria senti ao ver o novo moinho e as suas rotações.
Não me lembro a que horas cheguei .
Tampouco conhecia as horas!. Sei apenas que o Sol ainda não estava muito alto.
Foi o primeiro dia que comi no campo, sentado no chão ou ao colo daqueles trabalhadores, deveras muito simpáticos para comigo.
Em casa a minha avó devia ter ficado assustada pelo meu desaparecimento mas, não me lembro o que disse quando me viu chegar, já de noite, com os meus pais.
Naquele tempo os meus pais tinham um burro de cor pardo escuro.
Lembro-me dele e da sua casota de palha que estava localizada debaixo de uma oliveira.
Na minha pobre casa havia mais animais:
Galinhas, galos, patos, coelhos, perus, um cão, gatos, um porco e duas ovelhas.
Noutra ocasião, apanhei a minha avó descuidada, resolvi escapar-me de novo!.
Não sei quantos anos tinha, talvez uns cinco ou seis!.
Sei que era Verão e fazia muito calor!.
Como já conhecia o caminho fui sempre pela estradinha, passei a Majufa e continuei.
Parava, de vez em quando e escutava!.
Em pleno montado, ouvia os grilos e os passarinhos a cantarem e, lá ao longe,soavam os chocalhos dos animais que pastavam em abundância naqueles campos, repletos de diversa e boa pastagem.
Havia muitas ovelhas e bois mansos naquela herdade!.
Depois da Majufa encontrei uma “Caeira” a laborar normalmente.
Continuei, continuei por ali afora…e um pouco mais à frente havia uma estrada mais larguinha que ia para a direita e uma outra estreita que seguia em frente.
Resolvi ir pela estreita que em princípio era a subir um pouco. Nesta zona de arvoredo, lembro-me que havia muitos grilos que cantavam sem parar e dava gosto ouvir-los.
Já um pouco mais para à frente, quando ia a chegar à intersecção da estrada larguinha, referida anteriormente, aparece um touro negro que vinha com a mosca.
O animal vinha numa correria desenfreada ,com o rabo no ar.
Passou perto de mim mas não me atacou.
Seguiu correndo pela estrada até desaparecer.
Continuei a ir para a frente e, já numa zona mais plana, com o Monte do Carvalhal à vista, olhei para a esquerda e, lá ao longe, vi o fumo, na parte superior do arvoredo.
Segui aquela coordenada e, por fim cheguei junto da minha mãe que estava a tratar das panelas de barro que continham a comida dos trabalhadores.
Não sei se ralhou comigo ou não!.
Recordo apenas que me disse:
Então filho!.
Não viste um touro a fugir?
Podia ter-te matado!.

É provável que alguns leitores destas pequenas recordações queiram saber algo mais sobre a “Caeira” que ficou mencionada anteriormente.
Pois bem, vou contar, resumidamente como se fazia a cal naquele tempo.
O forno de cozedura da pedra era muito rudimentar.
Tratava-se de um buraco no chão, redondo, com uma circunferência não muito grande, com uma profundidade de 5/6/7metros.Mais ou menos.
Na base do buraco estava a porta que mais tarde servia para atear o fogo à lenha grossa que era colocada por baixo das pedras.
Feito o forno precisamos agora das pedras das quais iria sai a cal.
A pedreira possuía uns filões de pedra branca de grandes dimensões e que viriam a ser partidas com a utilização de fogo.
Primeiro fazia-se na rocha, um buraco estreito.
Depois enchia-se de pólvora e terra que ficavam misturados com um fio grosso chamado rastilho.
Esse rastilho era muito comprido para que uma vez accionado com fogo desse tempo ao pedreiro para fugir.
Uma vez accionado o rastilho passado um minuto ,como muito ,ouvia-se um grande estrondo e, havia muitas pedras no ar.
Com os meios artesanais disponíveis, naquele tempo, os pedreiros iam partido as pedras, para que ficassem acessíveis em peso ,para serem transportadas para o forno da caeira.
Eram depositadas nas imediações do forno e, depois iam sendo colocadas, por cima da lenha grossa,colocada anteriormente,com uma maestria admirável.
Nas partes laterais, podíamos observar, como havia o cuidado de não deixar as saliências para fora do diâmetro do forno.
Assim se iam colocando as pedras que no final ficavam empilhadas em forma de cone.
Agora para completar o trabalho as pedras eram cobertas com uma boa camada de pastos ou juncos .
A seguir era tudo revestido com barro, devidamente amassado, havendo sempre o cuidado de deixar alguns buracos, para que pudesse sair o fumo.
Uma vez terminado este trabalho seguia a cozedura durante alguns dias até que as pedras estivessem cozidas.
Para o efeito, a lenha que tinha sido colocada antes,era ateada e começava a ser queimada.
Finda a cozedura, a cal em forma de pedra ou em pó, começava a ser removida para uma cabana apropriada, ficando aí armazenada até ser comercializada.
Para terminar, direi apenas que uma pedra cozida, desta forma e, colocada num recipiente apropriado, ao ser-lhe deitada água por cima, começa a ferver e a esguichar de tal forma que é preciso muito cuidado, para evitar queimaduras no corpo.
Stheffa

Stheffa
Admin

Mensagens : 253
Data de inscrição : 08/11/2010

Ver perfil do usuário http://ensina-aprende.forumeiros.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum